top of page

Periodontia

Periodontia

A boca é uma cavidade aberta, com temperatura e umidade ideais para a sobrevivência de microorganismos. Quando nos alimentamos, estamos oferecendo todos os elementos nutritivos para o desenvolvimento e proliferação dessas agentes agressores. A má higienização dessa cavidade, poderá ocorrer a formação da placa dental que é a principal causadora de cárie e das doenças periodontais.

 

PERIODONTIA:- É uma área da odontologia que estuda os tecidos que estão ao redor do dente . Esses tecidos são :   gengiva, o osso alveolar e as fibras que fixam o dente ao osso. A todo esse conjunto damos o nome de PERIODONTO.

DOENÇAS PERIODONTAIS: É o comprometimento dos tecidos que sustentam o dente (periodonto), causando inflamações, essas inflamações são causadas por bactérias contidas na placa dental subgengival. A sua evolução é lenta e pode afetar um ou mais componentes do periodonto.

PLACA DENTAL: É um acúmulo de bactérias que se aderem firmemente ao dente, restaurações, aparelhos protéticos, e que não são removidos por jatos de água.

TÁRTARO: É a placa bacteriana calcificada, é uma massa pétrea contendo sais de cálcio que se formam e acumulam nas superfícies dentárias. O TÁRTARO, pode ser detectado por meio de explorador ou por RX.

As doenças Periodontais podem ser classificados em:

 

GENGIVITE: como o próprio nome indica, é uma inflamação da gengiva, não há alterações ósseas

(reabsorção ou redução do osso ) a gengiva apresenta-se bem escura e com sangramento intenso. É um processo reversível, isto é , quando retiramos o que está causando mal á gengiva ela volta ao normal.

PERIODONTITE: - é um processo inflamatório crônico e pode levar a reabsorção do osso.

a periodontite pode ocorrer em qualquer idade, sendo que a maior frequência é em pessoas com mais de 35 anos.

Odontologia Especializada Fonseca. Caconde,SP
Periodontia
  • O que são implantes ósseointegrados?
    São componentes em formatos cônicos ou cilíndricos feitos em titânico que possuem um alto grau de pureza, são instalados cirurgicamente em áreas desdentadas, estes fixam no osso para que possam ser instalados sobre eles o dente, esses podem ser em porcelana ou outros materiais estéticos semelhantes aos dentes naturais.
  • O paciente apresenta pouco osso, é possível realizar os implantes?
    Sim. Hoje temos técnicas e materiais desenvolvidos para esse propósito, proporcionando uma grande eficiência para os casos de pacientes com pouco osso para assim fazermos a realização dos implantes osseointegrados.
  • Quanto tempo dura a cirurgia para instalar o implante?
    Pacientes que possuem boa quantidade de osso, são rápidos em torno de 20 a 40 minutos, já outros podem levar um pouco mais, as anestesias são infiltrativas e o pós operatório, se medicado corretamente é muito boa a recuperação. As cirurgias de implantes geralmente são bem mais simples que a remoção de dentes inclusos (dentes do siso)e alguns outros procedimentos cirúrgicos.
  • Do que depende o sucesso do implante?
    Depende de alguns fatores , entre eles, que o profissional seja treinado na tecnica, esterelização do ambiente, materias adequados, implantes de qualidade, seguir as orientações dadas pelo profissional, entre outros.
  • Que tipo de implante usar?
    Hoje existem uma infinidade de marcas no mercado. ( mais de 300 fabricantes, 3.500 modelos). É importante que o paciente esteja atento e escolher um profissional consciente para que o mesmo avalie e oriente seu paciente qual o melhor modelo utilizar, chegando a um equilíbrio para o paciente em relação a custos e benefícios. Hoje é possível identificar um modelo de implante desconhecido pelo método de IA, utilizando uma radiografia. Visite ACE Surgical Supply Implantes dentários
  • Como foi descoberto o implante dentário?
    A descoberta foi acidental: o médico percebeu que não conseguia remover um cilindro de titânio que tinha colocado em um fêmur de coelho durante um estudo de cura óssea e regeneração.
  • Pode haver rejeição e contraindicações?
    O titânio é um material utilizado a muitos anos na medicina, Quando introduzido no osso ele não sofre corrosão, reconhecido pelas células ósseas, ocorre uma união entre o implante e osso que chamamos de ósseointegração, Praticamente todos os pacientes que apresentam boa saúde, podem receber implantes. Pacientes diabéticos, fumantes ou alguma doença, é necessário uma completa avaliação antes de realizar a cirurgia.

Vídeo explicativo de doenças periodontais

 Implantamos sonhos, saúde e sorrisos.

Odontologia Especializada Fonseca. Caconde , SP

Luiz Fernando Moreira Fonseca.

CRO  41.137

bottom of page